A NEUROPUBLIC é uma PME inovadora de TIC (mais de 90 funcionários), especializada no desenvolvimento integrado de SI e aplicações de alto rendimento, construídas em arquitetura de computação em nuvem. Os produtos e serviços da NP são utilizados com sucesso há mais de 10 anos, por mais de 800.000 utilizadores finais na agricultura, administração local e saúde. O NP é membro da AIOTI (www.aioti.eu), EARSC (www.earsc.org) e BDVA (www.bdva.eu), investe uma quantidade considerável em I & D (2,5 milhões de euros gastos em 2013-2016) e implementa os resultados da pesquisa em produtos inovadores que satisfaçam as necessidades do futuro e as tendencias dos novos mercados. A NP participou em vários projectos financiados pela CE e pela Agência Espacial Europeia (ESA).

A NP é atualmente responsável pela organização de programas piloto de SF em olival, frutas, vinha e vegetais, organizados em toda a Europa no contexto do DataBio (www.databio.eu), o Projeto de Grande Escala de Big Data H2020 em agricultura e bioeconomia. Desde 2006, a NP tem sido o principal fornecedor da Agência de Pagamento e Controle para Orientação e Garantia da Ajuda da Comunidade com relação ao desenvolvimento de SI na Política Agrícola Comum (PAC) e no Desenvolvimento Rural.

A NP desenvolveu a plataforma GAIA Epicheirein (https://www.c-gaia.gr), uma ferramenta de suporte informativo às necessidades de cada órgão da economia agrícola cooperativa e privada (“economia real”). O GAIA fornece numa base de assinatura, uma infinidade de serviços agrícolas para todo o espectro de operadores agroalimentares (mais de 680.000 utilizadores finais, 80% de todos os parceiros agrícolas gregos), nas áreas de SF, rastreabilidade, e-learning, produção , certificação, subsídios, e-commerce, gestão etc.

Em 2015, a NP lançou o seu programa piloto, que visa promover a SF em toda a Grécia. A NP estabelecerá uma infra-estrutura de IoT para SF, produzindo e instalando uma rede nacional de agro-sensores GAIAtron, cobrindo toda a área arável grega até o final de 2024.

Website:  www.neuropublic.gr

A Aristotle University Thessaloniki, emprega mais de 2000 membros do pessoal científico e 45000 estudantes de graduação e pós-graduação. O Laboratório de Transferência de Calor e Engenharia Ambiental (LHTEE) pertence à Seção de Energia do Departamento de Engenharia Mecânica, Aristotle University Thessaloniki, Grécia. O Laboratório é responsável por 11 cursos de pré-graduação no Departamento de Engenharia Mecânica. O LHTEE realiza pesquisas na área de engenharia ambiental e sistemas de energia, com ênfase no uso racional de matérias-primas e energia, na avaliação da carga ambiental causada por diversos processos e na otimização de práticas de controle e gestão ambiental. O trabalho científico abrange uma ampla gama de áreas, desde a modelação sobre a poluição do ar até a Avaliação do Ciclo de Vida (Life Cycle Assessment - LCA) e dos estudos de reciclagem ao eco-design. O LHTEE fornece apoio às autoridades públicas e ao setor privado dentro das suas áreas de atividade.

O Departamento de Hidráulica da Escola de Agricultura , Ciência do Solo e Engenharia Agrícola (DHSSAE) criada em 1937 tem uma longa experiência no ensino e de pesquisa sobre modelação ambiental e proteção das áreas agrícolas. Os principais interesses de pesquisa do DHSSAE são a modelação ambiental e avaliação de impacto, previsão de rendimento agrícola e sistemas de apoio à decisão na agricultura. Está envolvida em pesquisas básicas e aplicadas que abrangem muitos aspectos da ciência da água e do solo, incluindo alocação de padrões de cultivo, sistemas de irrigação e programação, modelação de águas subterrâneas, poluição de nitratos e química do solo e fornece uma ampla gama de análises de qualidade de pesquisa para amostras de solo e água, utilizando técnicas e equipamentos analíticos de última geração. O DHSSAE trabalha em estreita ligação com a sociedade agrícola, prestando serviços de consultoria em gestão de recursos hídricos e solo, para melhorar tanto a produção agroalimentar como a qualidade ambiental.

Website:  www.auth.gr

O CONFAGRI foi constituída em outubro de 1985 para representar o setor cooperativo português em fóruns nacionais e internacionais. É membro da COGECA (Confederação Geral de Cooperativas Agrícolas na UE), membro do Comité Económico e Social da União Europeia e do Comité Económico e Social Português , bem como membro de vários grupos de previsões na Comissão Europeia. A CONFAGRI também participa em vários grupos diálogo cívil da União Europeia e em grupos de trabalho na COPA-COGECA. O principal objetivo do CONFAGRI é o desenvolvimento sustentável do setor cooperativo agrícola, bem como apoio à viabilidade das áreas rurais, contando com uma estrutura associativa própria, em estreito diálogo com cerca de quinhentas organizações cooperativas e associativas (PMEs de áreas rurais), que representam mais de 50% Agricultores portugueses. No TESLA, SCOoPE ou UP_Running, projeto europeus sobre energia, a CONFAGRI, como parceira, envolveu adegas cooperativas, lagares de azeite e outras cooperativas. Noutros projectos tem explorado o potencial para aproveitamento dos resíduos lenhosos das atividades agrícolas associadas produção de vinho e azeite. Tem uma experiencia relevante de trabalho em rede em projetos nacionais e europeus:

A CONFAGRI tem sido parceira em diversos projectos nacionais e Europeus, trabalhando com várias organizações no desenvolvimento rural, bem como no sector energético, aproveitando a experiencia relevante com parceiros de e relacionados com as regiões rurais (organizações agrícolas, agricultores, empresas tecnoclogicas, institutos de investigação e cm o crédito agrícola):

  • Inovagri, um projecto de formação-ação dirigido a lideres cooperativos e gestores, para a melhoria da competitividadenas PME cooperativas; 31 entidades cooperativas beneficiaram deste projecto com 21 formadores e 46 consultores (2010-2014);
  • Sistema de aconselhamento agrícola, com a CONFAGRI como coordenadora, com mais de 50 cooperativas locais como parceiras (desde 2012); Um segundo projeto de aconselhamento agrícola com mais de cem cooperativas locais está a iniciar-se em 2018.
  • Programa Rede, destinado a PME portuguesas em sectores específicos como o azeite e a floresta.

Website:  https://www.confagri.pt/

Viña Costeira foi fundada em 1968, como resultado da ideia de um grupo de visionários e rebeldes que rompeu com as tendências do vinho da época, a fim de recuperar as castas históricas da Galiza: Loureiro, Godello, Albariño e Treixadura, entre outras. Desde o início, tradição e inovação sempre estiveram presentes em Viña Costeira, e a combinação destes dois fatores é que agora nos consolida como uma referência sólida na cena do vinho galego. A diversidade varietal é uma das riquezas históricas do Ribeiro. Diferentes cepas contribuem para que a região não seja uma monocultura uniforme, mas uma surpreendente tapeçaria. No vinho, essa riqueza também cria combinações incríveis de nuances e aromas. Treixadura, Torrontés, Loureira, Lado, Albariño e Godello "são as variedades mais relevantes envolvidas na produção dos vinhos brancos, proporcionando a sua frescura, corpo e aromas. Caiño, Brancellao, Sousón, Ferrón e Mencía são as estrelas dos vinhos tintos, por darem o gosto especial da Galiza As nossas vinhas estão espalhadas entre as aldeias de Ribadavia, Leiro e Cenlle, num vale formado pelos rios Minho e seus afluentes Avia e Arnoia, uma localização privilegiada que beneficia o cultivo das vinhas, de acordo com condições climáticas ideais.

Os solos de origem granítica e orientação sul estão distribuídos em "costeiras", que é o nome histórico para as melhores encostas do sol, onde as melhores uvas são cultivadas. Produzimos e engarrafamos vinho, sendo a nossa capacidade de cerca de 10.000.000kg de uvas, a nossa região é Ribeiro em Ourense e a nossa adega produz o 40% dos vinhos da região e os nossos vinhos são os mais vendidos na Galiza.

Website:  https://costeira.es/

A necessidade da existência de um poderoso grupo de acionistas orientado para os negócios no setor agrícola do país foi o incentivo para a criação de uma agência capaz de criar conexões entre os parceiros estratégicos e críticos que atuam neste campo: o setor primário, setor financeiro e setor tecnológico.

Nesse contexto, em fevereiro de 2014, foi criado a GAIA EPICHEIREIN (GAIA, www.c-gaia.gr), sendo seus acionistas 39 Cooperativas Agropecuárias, Excelixi SA, uma subsidiária do Grupo Piraeus Bank, líder na prestação de serviços bancários para o setor agrícola, e NEUROPUBLIC SA, uma empresa com longa e extensa experiência em desenvolvimento de software para o setor agrícola.

A prioridade estratégica do GAIA é fortalecer sua base produtiva por meio da entrada de novas cooperativas agrícolas na sua estrutura acionária. Para este fim, o capital social do GAIA foi aumentado em 2015 para permitir a admissão de cooperativas agrícolas adicionais. Atualmente, 71 fortes cooperativas agrícolas participam do capital social do GAIA, avaliado em 1.153 milhões de euros, cobrindo 35% de seu valor.

As 71 cooperativas agrícolas - acionistas do GAIA estão entre as mais importantes do país em termos de gama de atividades, volume de negócios (707 milhões de euros em 2014) e número de membros - agricultores (mais de 152.000 produtores). Os objetivos do GAIA incluem, entre outros, a prestação de serviços e consultoria de investimentos para o setor agrícola, bem como a proteção e o fortalecimento das atividades de cooperativas agrícolas para o desenvolvimento de um empreendimento cooperativo e agrícola sólido.

A implementação dessas atividades é baseada na rede nacional de Centros de Serviço de Agricultores (FSCs) desenvolvidos pelo GAIA em cooperação com poderosas cooperativas agrícolas em todo o país, tornando a agência o principal provedor de serviços para agricultores e suas organizações em nível nacional.

Website:  https://www.c-gaia.gr/

Mirabello, localizada em Lasithi, em Creta, é conhecida pela sua paisagem e pela magnífica costa. Dado o valor turístico da região, os agricultores tendem a ser menos dependentes dos olivais para o seu rendimento e esta mistura socio-económica, comum nas ilhas gregas, ameaça a terra produtiva com o abandono.

A União das Cooperativas de Mirabello criada em 1933, tem procurado combater esta tendência, já que a olivicultura é praticamente a única atividade agrícola na região, e a única atividade da União é a produção e comércio do azeite. Para o efeito, a Mirabello foi a 1ª organização em Creta a estabelecer um teste de painel acreditado para a qualidade do azeite. Durante os últimos anos, a Mirabello participou com 22 produtores de azeite na LC Assessment, a fim de agregar valor ao azeite extra virgem produzido e obter a certificação da Declaração Ambiental do Produto (EPD) de um organismo de certificação sueco (www.environdec.com) . Hoje a sua agrónoma Sra. Malliaraki S. é membro do secretariado técnico do PFCR padrão para o azeite.

Felizmente, um número relativamente pequeno de oleivicultores dedicados, apoia a União no seu esforço para despertar o interesse das pessoas pela cultura da oliveira. Desde 2005, um SGA foi estabelecido pela União para ajudar a organização da produção primária e criar argumentos para a diferenciação do produto, especialmente o tipo de argumentos que poderiam ser interessantes para os clientes do negócio turístico. O grupo de agricultores que apoia a abordagem ambiental para a diferenciação tem empreendido sérios esforços durante os últimos 2 anos para promover seu azeite com base em seu desempenho ambiental, como é mostrado na EPD, que inclui uma série de indicadores ambientais. Finalmente, Mirabello participou de uma base de voluntariado no LIFESAGE10 e é beneficiário do LIFEoLIVECLIMA.

Website:  http://www.easm.gr/

A.S.E.P.O.P. Velventos é uma cooperativa fundada em 1958 em Kastoria e é composta por 400 membros, sendo a atividade principal a produção e gestão de frutas frescas. Os produtos produzidos pelos membros da cooperativa são pêssegos, nectarinas, maçãs, kiwi, ameixas, nays, marmelos, damascos, cerejas. A produção total é superior a 14.000 toneladas. A distribuição dos produtos é feita pela própria cooperativa em grandes redes de supermercados, mas também em vários grandes mercados da Grécia. As exportações da ASEPOP representam 50% da sua produção total para países como a Polónia, a República Checa, a Hungria, a Sérvia, a Ucrânia, a Eslováquia, a Bulgária, a Roménia, o Chipre e o Egito. Na A.S.E.P.O.P., existe desde 2002, um sistema integrado de controle de pragas, que foi implementado seguindo a norma AGRO 2.1 2.2.

Website:  https://asepop.gr/, https://velvita.gr/

Style Selector

Layout Style

Background Image